ESTE TTULO E IMAGENS NO SERO IMPRESSAS

Produtos da horta da Amma são entregues à comunidade

Escrito em 24/09/2018 16:16
Ao todo, foram plantadas 1,5 mil mudas de variadas hortaliças, as quais já estão chegando à mesa de muitas pessoas


Cáritha Faria, gerente de Educação Ambiental, entregando hortaliças ao senhor Guilhermino Garcez de Araújo

A gerência de Educação Ambiental da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) está realizando a primeira colheita de hortaliças na horta comunitária que fez num espaço de 200 metros quadrados dentro do Parque Bernardo Élis, que fica no Setor Novo Horizonte. A horta foi feita em agosto deste ano, numa parceria da Amma com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), via Diretoria de Abastecimento e Agricultura Familiar. 

A gerente de Educação Ambiental da Amma, Cáritha Faria, está muito contente com o resultado da horta, isso porque já está realizando a colheita e distribuindo os produtos às pessoas que moram nas imediações do parque. Faria destaca que sua gerência “vai trabalhar diversas ações relacionadas à educação ambiental com as pessoas que se beneficiarem das hortaliças”. Ela ressalta que com isso quer “trazê-las para junto do parque no sentido de protegê-lo e, ao mesmo tempo, atuarem na disseminação das lições que aprenderem”. Ao atuarem como disseminadores de educação ambiental, Faria aponta que a Amma estará “colhendo pessoas engajadas na proteção ambiental”.

A preparação do terreno da horta ficou a cargo dos presos do regime semiaberto que trabalham na Amma por meio do Projeto Recuperando Pessoas e Parques, que é uma parceria da Prefeitura de Goiânia, Ministério Público de Goiás e a Diretoria Geral de Administração Penitenciária. Ao todo foram plantadas 1,5 mil mudas de variadas hortaliças, as quais já estão chegando à mesa de muitas pessoas.

O senhor Guilhermino Garcez de Araújo é uma delas. Primeiro ele elogiou o Parque Bernardo Élis: “Foi muito bem-vindo este parque aqui, ele trouxe mais alegria aos moradores do setor”; depois, a horta: “Todo mundo que passa aqui fica admirado com essa horta e eu hoje aqui recebendo essas hortaliças dela”.

Sinésio Dioliveira, da editoria de Meio Ambiente.


Voltar