Notícias

Gestão Municipal

Busca

ASSUNTOS

AGENDA DO PREFEITO

<
<
<
abril - 2017
>
>
>

  • D | S | T | Q | Q | S | S
 

Parques de Goiânia são alternativas de lazer e educação ambiental

Atualizado em 18/04/2017 08:25
Das unidades conservação existentes na capital goiana, duas delas dispõem de programas de educação ambiental

Mais de oito mil crianças, a maioria da Rede Municipal de Educação (RME), já participaram, desde o início do ano, do programa de educação ambiental oferecido pela Prefeitura de Goiânia no Parque Areião e no Zoológico de Goiânia, o Zoo Gyn. As duas unidades de conversação integram a outras 30 existentes na capital goiana e são verdadeiros tesouros ambientais. Recebem, cada uma, média de mil crianças por mês, que se tornam verdadeiras multiplicadoras das questões ambientais da cidade.

A intenção da administração municipal é estimular a visitação nas unidades de conservação, mas - para isso - são necessários mecanismos que podem auxiliar no conhecimento e convivência nos parques municipais, entre eles, a conscientização ambiental com a população, que passa a ser aliada na defesa e conservação dos recursos naturais. “Realizar um trabalho junto à população com o objetivo de preservar e mudar a realidade dos nossos recursos naturais, além da implantação de novos parques são algumas das minhas prioridades na área ambiental”, destaca o prefeito Iris Rezende.

“Sei o quanto um meio ambiente bem cuidado impacta positivamente na vida das pessoas. Por isso, estamos trabalhando incansavelmente para devolver ao goianiense uma melhor qualidade de vida, seja plantando mais árvores, conscientizando nossos estudantes ou planejando mais parques para cidade”, diz o prefeito, acrescentando que o trabalho de educação ambiental auxilia no aumento de aliados na área do meio ambiente. “É de extrema importância a preservação ambiental junto com a participação das comunidades locais”.

Na Vila Ambiental, localizada no Parque Areião, 4.756 crianças participaram, de janeiro a março, das ações educativas ambientais do projeto, realizadas por meio de parceria entre a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME). No local, as crianças participam de atividades envolvendo apresentações de músicas, palestras, exposições de materiais recicláveis, teatro de fantoche e trilhas ecológicas.

Segundo a coordenadora pedagógica da Vila Ambiental, Maria Letícia Barbosa, no espaço, os estudantes também participam de oficinas pedagógicas nas casas temáticas, que têm a água, fauna, flora, aquecimento global e o excesso de lixo como assuntos abordados diariamente pela equipe de educação ambiental. “Essas atividades buscam a integração do homem com a natureza e o despertar da urgente necessidade de assumir atitudes frente aos problemas relacionados ao nosso meio ambiente”, ressalta a Maria Letícia.

Também entre janeiro e março, somente pelo Núcleo Ambiental de Educação do Zoológico de Goiânia, já participaram mais de 3,3 mil pessoas. A equipe no Zoo Gyn é formada por professores da SME e profissionais da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul), que trabalham ações de conscientização com uma média de mil estudantes por mês.

Durante a visita monitorada, os estudantes participam de palestras, oficinas e trilhas, atividades que tem como tema principal a preservação do meio ambiente. De acordo com a coordenadora pedagógica da equipe de educação ambiental do Zoo, Sônia Regina, os conhecimentos podem motivar mudanças nas atitudes dos alunos e comunidade participantes.

Mauro Júnio, da Diretoria de Jornalismo - Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Voltar