Notícias

Gestão Municipal

Busca

ASSUNTOS

AGENDA DO PREFEITO

<
<
<
agosto - 2018
>
>
>

  • D | S | T | Q | Q | S | S
 

Prefeitura de Goiânia realiza evento para lembrar os 11 anos da Lei Maria da Penha

Atualizado em 16/08/2017 11:08
Solenidade será nesta quinta-feira, 17, a partir das 14h30, na sede da Secretaria Municipal da Mulher, onde serão realizadas palestra e atividades voltadas para o público feminino

Em comemoração aos 11 anos de criação da Lei Maria da Penha, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Politicas para as Mulheres (SMPM), realiza diversas atividades e uma palestra com a promotora de Justiça dos Direitos da Mulher do Ministério Público de Goiás (MP-GO), Rúbian Côrrea Coutinho. O evento, será nesta quinta-feira, 17, a partir das 14h30 na sede do órgão, localizado na Rua 16-A, n° 350, Setor Aeroporto.

De acordo com a titular da SMPM, Célia Valadão, o evento objetiva mostrar e conscientizar as mulheres sobre a importância da Lei Maria da Penha no cotidiano da sociedade. Segundo ela, as mulheres precisam buscar e conhecer mais sobre a lei. “Nunca será demais, portanto, ressaltar a importância da Lei Maria da Penha, principalmente por compreender tão bem o que é a realidade da violência doméstica, que não se resume a agressões físicas, mas abarca também as violências psicológicas, patrimoniais e morais, que podem deixar nas mulheres marcas tão dolorosas e profundas quanto as da agressão física”, afirma a secretária.

Ainda durante o evento será lançada a cartilha 'Toda mulher tem o direito de viver sem violência', que conta em detalhes de como a lei é aplicada e quais são os tipos de violência que ela combate. Também haverá exposição de livros e outras atividades dirigidas ao público feminino.

Números da Lei
O mapa da violência em Goiânia mostra que do início 2016 a fevereiro deste ano foram registradas 4.174 ocorrências de mulheres agredidas, fisicamente, moralmente ou verbalmente, por homens. Já no país, em média, a cada hora, 503 brasileiras deram queixa de violência física. Uma em cada cinco mulheres sofreu ofensa, totalizando 12 milhões de vítimas. Nada menos que 10% das brasileiras sofreram ameaça de violência física; 8% das mulheres foram vítimas de ofensa sexual; 4% das mulheres foram ameaças com armas de fogo ou facas e 3% (1,4 milhão) das mulheres levaram pelo menos um tiro. O número de mulheres que afirmaram conhecer alguém que já sofreu violência praticada por um homem em 2016 foi de 71%. Em 2015, eram 56%.

Diego Reis, da Diretoria de Jornalismo


Voltar

Endereço: Av. do Cerrado n° 999 Bl.'F'  - APM 09 - Park Lozandes - Goiânia/GO - CEP: 74884-092

Fones: 3524-1000  /  3524-1001

          3524-1002  /  3524-1003