Notícias

Gestão Municipal

Busca

ASSUNTOS

AGENDA DO PREFEITO

<
<
<
outubro - 2018
>
>
>

  • D | S | T | Q | Q | S | S
 

Diminuição das desigualdades é tema do dia do assistente social

Atualizado em 15/05/2018 16:24
Resultados alcançados e desafios da assistência social são celebrados em evento



Promover políticas sociais e os direitos da população. Esse é papel do assistente social, que comemora hoje, 15, o seu dia. Em Goiânia, 75 profissionais trabalham nas 37 unidades de apoio a pessoas com alguma vulnerabilidade social.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realizou um evento com os profissionais para comemorar a data, que serve como reflexão sobre os desafios, e também comemorar os resultados alcançados pela equipe.

Para diretora de Atenção Social Básica da Semas, Margareth Sarmento, o profissional não contribui apenas no combate à desigualdade, mas também na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “É uma carreira de cunho assistencial, voltada para a promoção do bem-estar físico, psicológico e social”, destaca.

O secretário Robson Azevedo destacou que dia do assistente social é também o dia da família. “Tudo que fazemos é justamente reforçar a família. Quando temos um morador de rua, é alguém que perdeu o vínculo familiar e nosso papel é procurar restabelecer esse vínculo”, destacou.

Robson disse que o dia representa união, trabalho para diminuir as desigualdades e valorizar o trabalho do profissional. Os 75 assistentes são divididos em 15 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), 12 Núcleos de Assistência Social (Nas) e 06 Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Além destas unidades, a Prefeitura de Goiânia conta com locais estratégicos pela cidade na atenção social: Niso Prego, Casa da Acolhida e Complexo 24 horas, que atendem crianças, adolescentes e adultos, respectivamente. Além disso, o Centro Pop, na rua 10, atende qualquer pessoa em situação de rua, que ainda não aceitou ajuda e precisa de banho, de trocar de roupa ou de orientação.

Robson defende estratégias para restabelecer os vínculos familiares. “Temos parcerias com a igreja e o Sistema S com cursos como de cabeleireiro, manicure, informática e administração. É o dia de toda essa engrenagem que funciona em função de promover direitos aos citados”, concluiu.

A primeira dama Dona Íris também elogiou a iniciativa. “Assistente social é a alma de qualquer trabalho social. É quem faz o diagnóstico. Exige muita responsabilidade, critério para encarar como uma missão de melhorar a vida da comunidade carente. A meta é melhorar a atenção social para que cumpra o seu papel definido pelo prefeito Iris Rezende”, defendeu.

O Brasil tem hoje aproximadamente 160 mil profissionais com registro nos 26 Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS). É o segundo país no mundo em quantitativo de assistentes sociais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

Antônio Bento, da Diretoria de Jornalismo



Voltar

Endereço: Av. do Cerrado n° 999 Bl.'F'  - APM 09 - Park Lozandes - Goiânia/GO - CEP: 74884-092

Fones: 3524-1000  /  3524-1001

          3524-1002  /  3524-1003