Notícias

Gestão Municipal

Busca

ASSUNTOS

AGENDA DO PREFEITO

<
<
<
dezembro - 2018
>
>
>

  • D | S | T | Q | Q | S | S
 

Procon Goiânia participa do lançamento do projeto Olho na Bomba

Escrito em 09/07/2018 13:56
Projeto consiste na implantação de um aplicativo para que consumidor consulte preços, em tempo real, praticados pelos postos de combustíveis



O Superintendente do Procon Goiânia, José Alício de Mesquita, participou na manhã desta segunda-feira, 9, no Ministério Público( MP-GO), do lançamento do projeto Olho na Bomba - um aplicativo que conterá os preços dos combustíveis e será alimentado pelo próprio dono do estabelecimento.

A construção da plataforma do sistema Olho na Bomba está sendo feita pelo MP-GO em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG) e contará com a fiscalização do Procon Goiânia. O projeto tem como objetivo ampliar a fiscalização sobre o comércio de combustíveis e propiciar ao consumidor uma ferramenta que facilite o acesso, em tempo real, aos preços dos combustíveis.

A diferença do aplicativo Olho na Bomba para os demais é que, diferente destes que são alimentados pelos próprios usuários, este será alimentado pelos donos dos postos de combustíveis - tanto em Goiânia como nos demais municípios, assim como nas rodovias do Estado de Goiás, propiciando ao consumidor a pesquisa do melhor preço.

A ação do Procon Municipal será na fiscalização dos preços que constarão no aplicativo. O consumidor, de posse desses dados, poderá acionar o órgão, que fiscalizará o estabelecimento, e havendo constatação de preços divergentes, poderá aplicar multa que varia de R$ 800 mil a R$ 9 milhões.

O período de cadastramento obrigatório dos donos de postos de combustíveis à plataforma vai até o dia 8 de agosto no seguinte endereço: www.olhonabomba.mpgo.mp.br. Logo após o prazo de cadastramento, no dia 9 de agosto, começará a valer a obrigatoriedade dos postos de informar ao MP o preço do litro de combustível, conforme definido na Lei nº 19.888/2017.

Segundo o coordenador do Centro de Apoio Operacional do Consumidor, Rômulo Corrêa de Paula, os estabelecimentos que não se cadastrarem terão como resultado a aplicação de penalidades previstas na norma legal.

Para o titular do órgão de Defesa e Proteção do Consumidor municipal, José Alício de Mesquita, o aplicativo vai auxiliar os consumidores a denunciarem os abusos dos preços . ' Essa será uma importante ferramenta na mãos dos consumidores goianienses para o combate abusivo dos preços dos combustíveis na capital. Além disso, poderemos formar um banco de dados que identificará se está sendo praticada a carteirização.', concluiu.

O aplicativo deverá ser lançado oficialmente para o uso da população no mês de setembro.

Roberta Amorelli, da editoria de Defesa do Consumidor



Voltar

Endereço: Av. do Cerrado n° 999 Bl.'F'  - APM 09 - Park Lozandes - Goiânia/GO - CEP: 74884-092

                Fones: 3524-1000  /  3524-1001

                 3524-1002  /  3524-1003

                Fotos Flickr: photos/iris20172020