Notícias

Gestão Municipal

Busca

ASSUNTOS

AGENDA DO PREFEITO

<
<
<
novembro - 2018
>
>
>

  • D | S | T | Q | Q | S | S
 

Aplicativo ''Goiânia Contra o Aedes'' auxilia no combate ao mosquito

Atualizado em 08/11/2018 09:49
Sistema disponibilizado para Android e IOS registra denúncias de possíveis focos do vetor de doenças como dengue, zika e chikungunya

Com o objetivo de ampliar o controle do mosquito Aedes aegypti, a Prefeitura de Goiânia, por meio das Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), disponibiliza aos moradores do município o aplicativo ''Goiânia Contra o Aedes''. A plataforma, que também conta com a parceira do  Ministério Público do Estado de Goiás (MP-Goiás), serve como um canal de denúncias que registra possíveis focos do mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika vírus, e chikungunya. Trabalho
 
O download do aplicativo é gratuito e pode ser feito nas versões Android e IOS. Ao ser registrado no sistema e encaminhar a denúncia, o possível foco é analisado e o denunciante pode acompanhar a evolução dos trabalhos pela plataforma. Neste ano de 2018 já foram atendidas 78 demandas no ''Goiânia contra o Aedes''. A ferramenta foi desenvolvida pela equipe técnica da Sedetec e os atendimentos e visitas são realizados pela Zoonoses da SMS.

Para o diretor de Vigilância em Zoonoses da SMS, Gildo de Paula, o método viabiliza um maior controle do vetor. '' Qualquer usuário pode denunciar e coletar informações de focos do mosquito. O cidadão se torna um fiscal. Essa é mais uma estratégia que utilizamos para intensificar as ações em locais de maior incidência do mosquito'', explica. 

Outros canais de comunicação
Como medidas de controle,  a Secretaria mantém três canais de comunicação para monitoramento do mosquito. Além do aplicativo, a comunidade pode ajudar no combate e denunciar locais com possíveis criadouros pelos telefones do ''Disk Aedes'' e por meio da “Ouvidoria” da saúde. 

Entretanto, mesmo com a variedade de plataformas, dados da diretoria de Vigilância em Zoonoses mostram uma baixa procura da população por esses meios. Em 2017 foram atendidos 1.691 casos pelos ''Disk Aedes'' e até outubro de 2018 registrados 955 demandas. Já a ouvidoria atendeu 122 solicitações no ano anterior e 81 casos  até outubro do ano vigente. 

Ao todo 26.148 casos de dengue já foram notificados na cidade em 2018. '' Precisamos do apoio da população para identificar e eliminar criadouros. A melhor maneira de se prevenir as doenças ainda é combatendo o mosquito.Os meios de comunicação disponíveis aproximam o poder público da comunidade para juntos controlarem o mosquito'', ressalta Gildo de Paula. 

Canais de comunicação: 

  1.  Aplicativo disponível para Android e IOS  ''Goiânia Contra o Aedes''
  1.  “Disk Aedes” -  62 3524-3131 e 62 3524-3125
  1.  Ouvidoria - 0800 646 1510

Anna Carolina Cruz, da editoria de Saúde 
Foto: Pedro Ferreira  


Voltar

Endereço: Av. do Cerrado n° 999 Bl.'F'  - APM 09 - Park Lozandes - Goiânia/GO - CEP: 74884-092

Fones: 3524-1000  /  3524-1001

          3524-1002  /  3524-1003