GOIÂNIAPREV

Gestão Municipal

Busca

  • Portal Goiânia
  • Notícias
  • Previdência de Goiânia implanta tecnologia para gerenciar dados e dar celeridade aos atendimentos

Previdência de Goiânia implanta tecnologia para gerenciar dados e dar celeridade aos atendimentos

Escrito em 03/12/2018 17:29
Prefeitura anuncia início das atividades de sistema eletrônico previdenciário que vai diminuir o tempo da concessão de benefícios e evitar gastos com papel

O Processo de Modernização Administrativa da Previdência de Goiânia se inicia nesta segunda-feira, 3, com a implantação do novo sistema de tecnologia para a concessão de benefícios. A partir de agora os documentos e processos dentro do Instituto de Previdência Social dos Servidores do Município de Goiânia (IPSM) serão realizados por Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED).

O presidente do IPSM, Silvio Fernandes, explica que com a utilização desta tecnologia a tramitação de documentos e dados serão digitais. Segundo ele, essa fase significa uma mudança profunda no sistema previdenciário que terá mais transparência e agilidade beneficiando diretamente os servidores ativos e os aposentados e pensionistas”.

Durante o mês de dezembro, o IPSM está realizando a fase de testes com o novo sistema. Os atendimentos ao público acontecerão de forma digital e também manual. A implantação aparato de tecnologia previdenciária deve ser concluída até abril do próximo ano, quando estarão, em pleno funcionamento o sistema de gestão previdenciária, o simulador de benefícios, a emissão de certidões de tempo contribuição online e a digitalização de todos os processos previdenciários.

Ele explica que com a nova tecnologia, que é a última etapa do processo de modernização previdenciária iniciado há dois anos, os cálculos das aposentadorias e pensões serão mais eficazes e os riscos de falhas serão reduzidos. Fernandes diz que o primeiro impacto será na diminuição drástica do tempo de concessão dos benefícios. Atualmente, os processos previdenciários são feitos de forma manual e demoram, em média, dois anos para serem concluídos.

O presidente do IPSM diz que, com a nova tecnologia, esse prazo vai cair para 30 dias.  O gerenciamento eletrônico de dados vai dispor de informações gerenciais de tempo de contribuição, remunerações e contribuições, óbitos e benefícios nos regimes RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) e RGPS (Regime Geral de Previdência Social).

“Vamos assegurar a guarda digital dos processos previdenciários, que hoje são existentes apenas em acervo físico no arquivo do IPSM. Além disso, esse processo vai gerar economia para o instituto, que vai diminuir os gastos com papel. Por ano, a redução dos custos administrativos, apenas com papel, deve chegar a R$ 450 mil”.

O banco de dados do Instituto de Previdência de Goiânia será interligado com as demais pastas da Prefeitura de Goiânia, Câmara Municipal, Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e Secretaria Nacional de Políticas de Previdência. O intercâmbio de informações será realizado pelo Sistema de Gestão Previdenciária (SGP), que foi desenvolvido para melhorar a atualização e os armazenamento dos dados previdenciários dos servidores do município.

O sistema vai permitir que a administração pública cumpra suas obrigações legais, no que se refere aos processos previdenciários, de forma consistente, transparente e eficiente. “Vamos sair do período do papel, praticamente pré-histórico, para a era digital, na qual haverá agilidade e transparência na previdência. Vamos dispor de documentos, informações e séries históricas de dados para avaliações e reavaliações atuariais”, afirma Fernandes.


Voltar

Av. B, Quadra C-1, Lote 16/18, nº 155, Setor Oeste, Goiânia-GO, CEP: 74.110-030
Telefones: (62) 3524-5800 / 3524-5831  
C.N.P.J.:08.948.407/0001-57